terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Gordura faz mal? Nem sempre. Devo contar calorias? Não. Bruno da Gama derruba mitos de nutrição

Carne não é essa vilã que te contam (sorte nossa!)
Entrevista com Bruno da Gama

Bruno da Gama
Foto: Detetive da Saúde
"Não coma gorduras saturadas ou colesterol! Eles irão entupir suas artérias e, no final das contas, você terá um ataque cardíaco". Na verdade não. A gordura saturada tem uma fama de grande vilã há décadas, mas as pesquisas científicas mais recentes nos contam que a história não é bem assim. Uma dieta rica em gordura saturada não impacta a saúde cardíaca; enquanto as gorduras insaturadas são até mesmo benéficas.

"Emagrecer é fácil. Basta você gastar mais calorias do que consome". Ah, se o nosso corpo fosse mesmo tão simples como uma equação matemática! Nada disso: tudo depende da qualidade dos nutrientes que você consome, como eles afetarão sua saúde e se causarão saciedade ou não.

E o açúcar, cujo consumo só aumenta, é um dos vilões da vez. Conforme as pesquisas científicas são realizadas, cada vez fica mais claro o quanto o aumento do consumo do açúcar está relacionado com a obesidade e outras doenças.

Mas, como a primeira impressão é a que fica; é difícil mudar a visão popular. A maioria ainda foge da gordura saturada e do colesterol como o diabo foge da cruz. E, enquanto isso, os que querem emagrecer se entopem com o açúcar dos "sucos" de caixinha. Ou, pior ainda, se deliciam com uma Coca-Cola rica em adoçantes e aditivos (potencialmente cancerígenos, diga-se). Mas, se é "zero caloria", então emagrece, não é?
Foto: Detetive da Saúde


Bruno da Gama, estudante de Nutrição, que mora em Nova York, nos Estados Unidos, tem como missão derrubar os mitos que perduram por décadas no imaginário popular. Ele resume seus anos de estudo e revisão de artigos científicos em seu blog, o "Detetive da Saúde" (http://www.detetivedasaude.com/). E tudo numa linguagem de fácil acesso. E, tem mais: o "Detetive da Saúde" envia receitas gratuitamente via email.

Se conhecimento é poder, vale a pena abrir a mente, esquecer as informações da imprensa de massa e seguir as recomendações do Bruno da Gama. 

Leia a entrevista que o Dietas Detox fez com o Bruno:

1. Em sua experiência, como foi seguir uma dieta rica em gorduras e proteínas, mas pobre em carboidratos? 
Particularmente, eu não sigo uma dieta “pobre” em carboidratos. Eu sou uma pessoa muito ativa e minha fisiologia funciona bem com o consumo de carboidratos. Porém, eu presto muita atenção na QUALIDADE dos meus carboidatros e da minha comida de forma geral. 

A primeira coisa para qual eu chamo atenção, ao trabalhar com um cliente, é para o fato de que somos únicos. Ou seja, a dieta que funciona para o Bruno da Gama pode não funcionar para você. 

2. Você acredita que diminuir o consumo de carboidratos é a melhor maneira de ser mais saudável? Por que?
Eu acredito que a grande maioria das pessoas não são compatíveis com uma dieta de alto consumo de carboidratos e se beneficiariam de uma dieta rica em gordura e moderada em proteínas. 
Vale lembrar que os carboidratos não são todos iguais. Você deve focar, no que eu chamo, CARBOIDRATOS RICOS (verduras, frutas, legumes, e tubérculos) e evitar ao máximo os CARBOIDRATOS POBRES (farinhas refinadas, açúcar, grãos contendo glúten).

3. Quais alimentos você prioriza em sua dieta, atualmente? 

Atualmente, minha dieta é basicamente formada por COMIDA DE VERDADE. Eu tento focar ao máximo em comidas que os seres humanos vem comendo por centenas de gerações. Nada de muito extravagante. Eu foco em uma variedade gigantesca de verduras, proteína animal de qualidade (orgânica se possível), frutas, nozes, sementes e tubérculos. 

Se você está interessado em algumas receitas, é só entrar no meu site www.detetivedasaude.com e cadastrar para ganhar seu Guia de Receitas totalmente grátis. 

Mas tem uma refeição que é um dos meu “segredos” que eu adoraria de compartilhar com você! Chama-se Caldo de Osso! Ela é rica em gordura e minerais. Na verdade eu poderia escrever um livro todo com os benefícios do caldo de osso…

4. E quais são aqueles que você evita a todo custo?

Às vezes, é mais fácil você aprender sobre o que NÃO comer! Eu falo que mais da metade da batalha está em evitar alguns alimentos específicos. Se você conseguir eliminar ou evitar estes alimentos, você está na direção correta:

COMIDAS PROCESSADAS, AÇUCAR, ÓLEOS VEGETAIS (DE COZINHA), E GLÚTEN.
Outros alimentos que também não recomendaria são a soja e laticínios pasteurizados. 

+ Conheça a dieta detox do açúcar, CLIQUE aqui

5. Quais são as atividades físicas que você pratica? Por que você considera-as tão importantes em sua rotina?
Eu sempre fui uma pessoa muito ativa. Esportes sempre foi minha paixão. Pratiquei futebol e tênis durante toda minha vida, e a musculação é parte de minha rotina por mais de 10 anos.

Hoje em dia, meu tempo é mais restrito e aprendi a treinar com eficiência. Malho 2 vezes na semana, faço um treino HIIT (sigla em inglês para Treinamento Intervalo de Alta Intensidade, um método que é reconhecido como um dos melhores para a queima de gordura) uma vez por semana, e caminho todos os dias. 

A atividade física é essencial para qualquer pessoa! Você não é obrigado a praticar nenhum esporte, porém é “obrigado” a se MOVIMENTAR!

6. De onde surgiu a ideia de criar o "Detetive da Saúde"? Qual o objetivo do seu blog?
Em resumo, EU QUERO AJUDAR O MAIOR NÚMERO DE PESSOAS A CONQUISTAR A SAÚDE DE SEUS SONHOS!

A minha paixão principal é o combate da obesidade.

Minha função é fornecer todas a ferramentas necessárias para VOCÊ tomar o controle de sua própia saúde. Informação é poder quando botada em prática!

Você pode entender um pouco mais da minha missão aqui.

7. Você já enfrentou problemas para chegar no corpo que considera ideal? Como foi, resumidamente, seu "caminho" até chegar ao seu físico atual?
Bruno da Gama
Foto: Detetive da Saúde
Nunca enfrentei problemas graves de saúde. Por outro lado, o nível de saúde que conquistei hoje em dia é algo que nunca imaginei. Quando comecei a botar em prática todas as coisas que venho aprendendo nos últimos 4 anos, o meu nível de energia é outro. Eu durmo melhor. O meu humor é mais estável. O meu foco é mais duradouro. E eu não peguei uma gripe nos últimos 3 anos (bata na madeira por favor!).

8. Quais as dicas que você dá para aqueles que querem emagrecer? Como se informar adequadamente sobre o assunto?
A minha primeira dica é  Pare de contar calorias! 

A segunda e mais importante de todas é: PRIORIZE SUA SAÚDE!

Pode até soar estranho o que eu vou dizer (vindo de uma pessoa que ama a ciência da nutrição, atividade física e estilo de vida), mas a parte mais importante de todas é a PSICOLOGIA. Quando você tem um porque, não existe nada que possa lhe parar. 

O problema de hoje em dia é que a maioria das pessoas não valoriza sua saúde ou querem as soluções para seus problemas em uma única pílula. Isto (ainda) não existe!

Em relação a onde achar a informação correta, você pode começar pelo meu site. Risos!

Mas falando sério, eu entendo quando muitas pessoas chegam pra mim confusas, dizendo não saber no que acreditar. 

Eu recomendo olhar para a evolução humana, ciência de alto nível, e seguir o que lhe fornecer RESULTADOS! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário