sexta-feira, 27 de março de 2015

Uma experiência com a dieta Dukan: funciona ou não?

As dietas milagrosas funcionam... Mas por pouco tempo
Você morre de fome, emagrece, mas... "Depois você engorda o dobro", diz Jhessica
A maior parte das dietas espalhadas aí pela Internet ajudam você, de fato, a perder peso. A dieta da USP, por exemplo, promete secar 14 kg em 14 dias. E, de fato, ela é capaz de fazer os números da balança despencarem. Mas acontece que a maior parte dos quilos perdidos vem da perda de massa muscular - deixando você com um visual abatido e "seco" - e a outra vem da perda de líquidos. Um péssimo negócio.

Como explica Jhessica Fernandes, do blog Atrás da Moda, "as dietas milagrosas funcionam. Funciona muito bem por uma semana ou duas, mas depois você engorda o dobro". E Jhessica, de 18 anos, fala por experiência própria. Ela já experimentou uma longa lista de dietas milagrosas, depois que atingiu 71 kg com apenas 1.60m de altura. Ela enumera o que já tentou: "dieta da sopa, dieta dos pontos, dieta da USP, dieta da cebola, dieta da água, dieta do limão e dieta do chá verde".

Mas nada deu certo até ela conhecer a dieta Dukan.

Dukan: emagrecer comendo de tudo (dentro do permitido)
A dieta Dukan prioriza as proteínas
E, por causa de tanto efeito sanfona, Jhessica quase se acostumou com a ideia de "ser gorda para sempre". Achou que não seria capaz de mudar, até ler a promessa da dieta Dukan: emagrecimento rápido (especialmente na primeira fase da dieta) e, depois disso, manutenção do peso. E, melhor que isso: poder comer de tudo. De tudo, dentro dos alimentos permitidos. A dieta Dukan é baseada em proteínas magras e vegetais.

Jhessica perdeu 15
E funciona. Pelo menos, Jhessica Fernandes é mais uma voz compondo o coro dos defensores do doutor Dukan. Ela emagreceu 15 kg nos 4 meses em que fez a dieta. Agora, está mantendo o peso: 58 kg. Outros milhões de pessoas tentaram e tiveram resultados possíveis. 

Mas por que a dieta Dukan funciona? Ao tirar a gordura e o excesso de carboidratos, tudo que o corpo passa a utilizar é a proteína. E a proteína mata a fome, além de o corpo gastar muita energia para digeri-la. Essa combinação garante uma perda de peso enorme, em especial na primeira fase da dieta.

Só que há riscos. Como em toda dieta com restrição de açúcares, a hipoglicemia pode ser muito desagradável nos primeiros dias. Fadiga aguda, mau hálito, boca seca e constipação intestinal são alguns dos efeitos colaterais que podem acontecer. "Não senti nenhuma fraqueza", conta Jhessica, "Achei tranquilo. Já sou ansiosa por natureza e, acredite, a dieta me ajudou a diminuir isso".

Nenhum comentário:

Postar um comentário