terça-feira, 5 de maio de 2015

Diogo Souza conta como emagreceu 50 kg


Ele não é alto: tem apenas 1,64 m. Mas mesmo assim chegou aos 115 kg. Diogo Souza conta que sempre foi acima do peso, mas o problema só foi aumentando porque ele uniu dois péssimos hábitos. Além de comer alimentos nada saudáveis compulsivamente, ele era sedentário. Os dois comprometeram muito a saúde do Diogo Souza, que, então, resolveu emagrecer.

Começou com dietas diversas. Elas até davam resultado, mas o efeito sanfona tirava o sono do Diogo. "Eu emagreci centenas de vezes. Mas quando alcançava o meu objetivo, eu relaxava e engordava tudo de novo". Foi então que ele resolveu mudar a estratégia."Queria ter uma vida saudável e ser feliz comigo mesmo". 

Emagreceu com saudável: saiu do número 52 para o 36. Sim, é impressionante: ele saiu daqueles 115 kg e eliminou incríveis 50 quilos! Isso mesmo: o Diogo Souza mudou completamente e hoje é referência quando o assunto é saúde. Pesa 65 kg e ama musculação.

Diogo Souza dá dicas muito importantes para quem quer emagrecer nesta entrevista. Confira:



Você chegou aos 115 kg. Quais eram os seus hábitos alimentares? Você era sedentário?
Comia compulsivamente alimentos não saudáveis. Era sedentário.

Como que esse excesso de peso prejudicou a sua autoestima? 
Sempre gostei de roupas de marcas e grifes. Mas ficou cada vez mais difícil encontrar algo que servisse. E chegou ao ponto de eu comprar não necessariamente aquilo que eu gostava  depois em lojas de roupas tamanho especiais. Como já era gordinho desde que nasci, eu já ouvia piadinhas a respeito do meu sobrepeso ainda na infância.

Sua saúde estava em risco por causa dos 115 kg? Como que isso lhe afetava em seu dia-a-dia?
Estava sentindo fortes dores nos joelhos por conta do excesso de peso. Sentia dores nas pernas. E é claro que isso me limitava muito - piorando ainda mais o sedentarismo. Eu não conseguia fazer alguns esportes ou até mesmo caminhadas longas. Era um ciclo terrível.

De onde partiu a sua vontade de emagrecer? Houve algum momento que foi a "gota d'água"?
Quando não conseguia mais comprar as roupas que eu via nas vitrines e gostava, mas não conseguia vestir. e algumas piadinhas muito ofensivas.

Quais foram as principais mudanças que você implementou na sua reeducação alimentar? Você teve auxílio de uma nutricionista?
Tive auxílio de nutricionista e endocrinologista, sim.  Mas o mais importante para mim, durante esse processo de reeducação alimentar, foi o auxílio do psicólogo. 

Comecei com uma alimentação muito regrada e com seus horários certos.

Quais foram os exercícios físicos que você começou a praticar? Como que eles te ajudaram?
Comecei com caminhadas em pequenos percursos até o meu corpo conseguir pegar o ritmo. Aí, com os poucos, comecei a aumentar a intensidade. Assim que perdi um peso, as restrições de exercício físico foram sendo eliminados. Então, eu entrei na musculação e no spinning. Eles me ajudaram a tonificar meu corpo e também a perder peso.

Que dicas você dá para quem também quer emagrecer?
Não faça dieta. Faça uma boa reeducação alimentar - E com acompanhamento médico. Quando faz dieta, você pode até emagrecer, mas assim que atingir o seu objetivo, você relaxa e volta a ganhar peso. Com a reeducação alimentar, você emagrece com saúde e não passa fome. Você criará o hábito de alimentar bem - o que contribuirá tanto para a sua saúde quanto para a manutenção do peso que você conquistar. 

É claro, pratique exercícios físicos que profissionais qualificados te indicarem - isso também ajudará bastante. Não desista nunca, independente de quanto tempo demore para atingir seu objetivo - o tempo vai passar de qualquer jeito. E não dê ouvido pras pessoas que tentam boicotar sua reeducação alimentar. Fazer reeducação alimentar é uma atividade de amor próprio - você estará cuidando da sua autoestima e da sua saúde.

Um comentário:

  1. Estou nesse caminho. Que bom ver quem já chegou lá, seguindo o que penso ser o melhor caminho. Valeu mais uma vez.

    ResponderExcluir